Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Somos iguais e diferentes ao mesmo tempo?

por Lucinéia Faccin Escobar Borba - Docente

Amar significa aceitar as diferenças; aceitar que ninguém é igual e nem diferente e que cada um tem a sua beleza, personalidade e temperamento. Então a melhor forma de lidar bem com essas pessoas, é entendermos que todos precisam de ajuda. Mas não adianta ficar forçando a pessoa a ser do jeito que gostaríamos. Devemos ter calma, paciência e empatia para entender que cada um tem o seu tempo e maneira de enxergar a vida.

Em que consiste essa diferença? Mais do que a diferença na aparência física, consiste em saber lidar com pessoas diferentes na forma de pensar, sentir e agir. Você já parou para pensar em como é a forma que você se relaciona com as pessoas ao seu redor? O que você espera delas?

O que essas pessoas esperam de você? O que você espera de si mesmo? Muitas vezes esperamos tanto dos outros que frequentemente nos sentimos frustrados por eles. Isso ocorre porque nos relacionamos com as pessoas partindo de nossos próprios referencias pessoais. Por exemplo, se penso que ser pontual é fundamental para mim, automaticamente espero isso do outro. Só que nem sempre isso acontece, o que me revolta e afeta minha relação com as pessoas que se atrasam e me fazem esperar.

Mas será que o outro é obrigado a atender às minhas expectativas? Quem me garante que isso ocorrerá sempre? A base para começarmos a lidar com outras pessoas de forma eficaz e nos conscientizamos que as outras pessoas são diferentes de mim, que cada pessoa é um ser único no mundo, com uma história de vida própria somente por ela experimentada. Você já parou para pensar que ninguém pode sentir o que você sente, da forma como você sente? A sua alegria é só sua. A sua dor e tristezas é só sua. A forma como você enfrenta uma perda é diferente da forma de outra pessoa. Porque você é um ser singular no mundo.

Muitas de nossas dificuldades nas relações estão justamente porque esperamos que o outro aja conforme nós agimos. Quando encontramos alguém parecido conosco, que alegria! Pois esse encontro nos traz satisfação e reconhecimento. É ótimo nos relacionarmos com pessoas que pensam de forma semelhante à nossa, mas quando o contrário acontece, entramos em conflito para sabermos lidar com a outra pessoa. Todas as pessoas que fazem parte de nossas vidas têm defeitos, mas também têm qualidades. Então precisamos entender e ter a sabedoria de conviver bem com elas, principalmente aceitando suas diferenças.

Portanto, antes de compreendermos e aceitarmos a diferença do outro, devemos também compreender e aceitar a nossa própria diferença. Devemos reconhecer que podemos errar, que somos limitados e que não atenderemos sempre a expectativa dos outros. Assim, começamos a perceber que não é difícil conviver com o diferente, mas é difícil pararmos de agir com o outro como se ele fosse nossa extensão ou como eles fossem nós.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato
Top of mind 2018
Top de marketing ADVB 2018
Great Place to Work 2018
Top Ser Humano 2018
Melhores em Gestão 2018