Senac

Rio Grande do Sul

Artigo

Aqui, você entra no mercado de trabalho

por Viviane Gomes - Docente área da Saúde

Considerando o crescimento populacional e o aumento de expectativa de vida no Brasil (IBGE, 2011; UNATI, 2007) e no mundo, a expansão no sistema de saúde, por meio de construção e expansão de hospitais, aumento no número de leitos, investimento em profissionais da saúde e tecnologias aplicadas são fenômenos evidenciados para a busca incessante da qualificação dos indivíduos no mundo trabalho. As tendências globais de crescimento na área da saúde impulsionam movimentos de acreditações dos estabelecimentos de saúde, fenômenos de desospitalização, políticas públicas de atenção à saúde nos diversos níveis e de iniciativas como da ANVISA e da Organização Pan-Americana da Saúde, para melhoria da segurança do paciente nos serviços de saúde (PAIM et al, 2012; ZARDO, 2008).

O cenário apresentado acima nos remete à necessidade de uma formação que contemple um conjunto de conhecimentos, habilidades e valores transversais à visão puramente tecnicista. Portanto o perfil profissional do curso do Técnico em Enfermagem direciona para uma formação que mobiliza conhecimentos, habilidades e valores que contemplem a assistência humanizada, a segurança do usuário e o comprometimento no contexto profissional, permitindo uma atuação protagonista para além das técnicas.

Nesse contexto, o Senac se propõe à permanente atualização do Plano de Curso, acompanhando as transformações tecnológicas e socioculturais do mundo do trabalho, especialmente aquelas voltadas ao segmento da enfermagem, mediante contato com especialistas da área e com o setor produtivo.

Alinhado aos princípios norteadores, voltados para a promoção, a prevenção e a assistência à saúde da população em geral, o curso Técnico em Enfermagem ofertado pelo Senac adota a ideia de saúde como condição de cidadania que deve assegurar mais e melhores anos à vida das pessoas, apontando especificidades para os trabalhadores da área e reafirmando a necessidade do compromisso destes com uma concepção de saúde que transcende à visão setorial e diversifica os seus campos de prática profissional.

Referências

UNIVERSIDADE ABERTA À TERCEIRA IDADE. Terceira idade - nas diferentes classes sociais. Disponível em: .http://www.virtual.epm.br/uati/seminarios/situacao_real_idoso/1.htm. Acesso em: 05 abr. 2007.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Sinopse do Senso Demográfico de 2010. Rio de Janeiro, 2011.

O sistema de saúde brasileiro: história, avanços e desafios.

Jairnilson Paim, Claudia Travassos, Celia Almeida, Ligia Bahia, James Macinko, Series, 2012. Disponível em: http://www.escolasmedicas.com.br/. Acesso 09/12/14.

ZARDO,Ícaro Motta. Normas De Acreditação Hospitalar: viabilidade da implantação no Hospital Universitário Ernani Polydoro São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração). Curso de Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008. 93 f.

Serviços da escola
Serviços do Senac-RS
Acessos
Serviços
Institucional
Contato